Infelizmente

Infelizmente eu escrevi o feio

em letras ornadas

[falseando belezas]

Escrevi a dor com um sorriso no rosto

e o pranto secou na face

não manchando o papel

Infelizmente eu escrevi a perda

não perdendo nada

Escrevi a angústia que se tornou calmaria

ao final de um verso

e o medo, confiança

mas as incertezas… [perduram]

Infelizmente a tristeza era constante

Escrevi sobre a solidão em multidões

que me deixavam [ainda mais] só

e as lembranças, esquecidas

e a saudade não me fez [realmente] falta

Infelizmente não escrevi sobre o amor

e o que me resta é buscar a felicidade

sem saber onde

Infelizmente

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s